Castrar uma Gata

agata

Fazia tempo que eu queria castrar minha gata. Desde o primeiro cio ela ficava no cio 7 dias sim e 7 dias não e confesso que eram 7 dias terríveis, ela miava alto, gritava na janela, ficava se esfregando no chão, se eu abria a porta ela corria para espalhar seu cheiro no corredor. Era terrível para mim e acredito que para os meus vizinhos, mas gente, nem imagino o que a minha gata passava, eram 7 dias de puro sofrimento.

Tentei castrar a Ágata antes, mas nunca dava certo, quando era o dinheiro que faltava era tempo, então resolvi esperar para as minhas férias, pois teria tempo e dinheiro, sem esquecer que eu também estou aguardado um processo cirúrgico, então o plano era castrar a Ágata logo nos primeiros dias do mês de agosto e advinha, ela entrou no cio e o Veterinário disse que não poderia realizar a cirurgia porquê as gatas ficam muito vascularizadas o que prejudica a realização do processo cirúrgico.

Hoje, fazem dois dias que ela passou por esse processo e tem sido estranho. Quando cheguei na clinica para levá-la para casa ela estava com a pupila muito dilatada e completamente alucinada dentro de uma gaiola, quando eu fui colocar a mão para tentar acalmá-la uma das pessoas da clinica disse que eu não fizesse isso, mas gente a gata era minha, dorme e acorda comigo todos os dias, coloquei a mão mesmo assim, ela veio e se deitou na minha mão, coisa mais linda, acalmei ela um pouco, e fui pagar e comprar os remédios para o pós cirúrgico e trouxe minha gatinha para casa.

Ela chegou em casa colocando a lingua para fora, totalmente fora de si. ficou calminha ate a noite e a noite eu dei a ela um daqueles saches de comidas de gato por ser mais pastoso e ela não querer tomar água. Dormiu a noite toda, ainda sob o efeito da anestesia, mas quando ela acordou parecia que não tinha passado por nada e o pior queria dar os saltos de sempre que é subir nas coisas e ficar em cima do meu guarda roupa, só que ela não podia fazer tanto esforço. Prendi ela, e ela ficou triste, depois do remédio ela ficou triste comigo e se afastou, foi para debaixo da cama.

e ficou quietinha, ela odeia tomar remédio e por isso eu não gosto de dá esse remédio para ela, mas é necessário, pois todas os textos que eu li a respeito desse processo a informação unanime que os gatos não demonstram com frequência que estão sentindo dor.

Hoje quando ela acordou, muito cedo, antes que ela tentasse ir para cima do guarda roupa, eu mesmo coloquei ela lá e só tirei quando deu a hora do remédio e agora ela está lá, aparentemente sem dor e eu espero que seja verdade, fico receiosa em sair e deixar a pequena sozinha. amanhã vou para a praia com a família e ela vai comigo, pois eu estou de férias, mas ha um ano atras eu me sentia muito sozinha e ela era minha única companhia. Minha gatinha “A gata” Àgata. Minha pequena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s